Posts com oop

Javascript: A diferença entre Constructor Function e Object Literal

Código Javascript Meses atrás, escrevi sobre como era fácil criar objetos em Javascript. Devo confessar que, a minha visão sobre a utilização da Orientação a Objetos em Javascript era muito superficial, e que uma dúvida muito pertinente surgiu na época: Onde usar Object Literal e onde usar classes?

Hoje, depois de entender que a Orientação a Objeto no Javascript não é muito diferente da utilizada em outras linguagens, sou capaz de enxergar as possibilidades utilizando as duas maneiras. E este é o objetivo deste post: compartilhar esta visão com vocês.

Afinal, o que são Closures?

Caixa de papelão representando Closures Olá pessoas!

Sabem aqueles conceitos, que a gente sempre utiliza e chega alguém com um nome “pomposo” para a parada (que você nunca ouviu falar)? Isso aconteceu comigo com closures.

What (the hell) are closures?

Entendi o conceito de closures enquanto estudava Ruby. Na verdade, fica a dica… se você quer aprender Orientação a Objetos, aprenda linguagens dinâmicas como Ruby, Python e até mesmo PHP. Depois parta para linguagens mais “hardcore” como Java e C++.

Fazendo Javascript OO de forma fácil

Logotipo do Javascript Essa é uma dica valiosa para o pessoal que quer escrever um Javascript mais “bonito”.

Embora a linguagem (em sua essência) seja Orientada a Objetos, temos que admitir que ela foge um pouco do convencional através do estilo de escrita prototype. Quero dizer que, é possível utilizarmos conceitos como encapsulamento, herança, atributos e métodos públicos e privados, etc. Mas de uma maneira um pouco diferente se comparada a linguagens como Python ou PHP.