Opinião: Python Brasil [8]

Logo Python Brasil 8

Nos dias 21 a 24 de Novembro de 2012 aconteceu a Python Brasil. Em sua oitava edição, o evento mais aguardado pelos desenvolvedores Python “tupiniquins” me surpreendeu completamente. Um dos melhores eventos que participei nos últimos tempos!

E não é só pelo conteúdo apresentado durante as palestras, ou pelos convidados especiais que deram um show a parte em suas apresentações, mas esse “sentimento” deve-se ao fato de ser a primeira vez que fiquei tão próximo da comunidade Python, e me senti muito feliz por compartilhar estes dias com pessoas tão bacanas e interessantes.

Expectativas

Nunca tive dúvidas em relação a qualidade do evento, pelo contrário, várias pessoas que conheço já haviam participado e deram um bom feedback. A Globo.com é “figurinha carimbada” no evento, portanto vários colegas de trabalho já haviam participado, seja como expectador ou como palestrante.

Mas a minha expectativa maior estava em relação às pessoas. Estar entre o pessoal era algo muito difícil para mim (geograficamente falando), então conhecer alguns profissionais que acompanho pelo Twitter era uma das metas que eu tinha para o evento.

Estande da Globo.com na Python brasil 8

Resultados

Não consegui assistir aos tutoriais, logo, meu feedback será totalmente focado nas palestras.

Acredito que a melhor maneira de resumir o resultado é: Não vejo a hora de participar da Python Brasil 9.

O evento contou com alguns probleminhas de atrasos, e em alguns momentos de conectividade, mas fora isso foi excelente! O local, bem posicionado no centro do Rio de Janeiro, possuía um grande espaço. As salas para as apresentações eram de fácil acesso. A programação estava excelente, contando com palestras que iam de provisionamento com Puppet até programação com o Raspberry Pi.

Fiquei muito feliz por ter participado do evento, e transmito os meus parabéns a todos os envolvidos. Um trabalho duro, de fato, mas muito bem executado.

Em tempo… o café do pessoal do Curto Café estava sensacional! Vale a recomendação… café feito com muita paixão.

As palestras

Não pretendo descrever como foi cada palestra, apenas levantar alguns pontos marcantes. Por exemplo, Massimo Di Pierro, lead developer da Web2Py, fez a seguinte declaração:

Todo mundo deveria programar, pois gera valor, e pode ser descartado sem avarias ao meio ambiente.

A palestra do Massimo foi muito boa, focada nas facilidades de uso do Web2Py. Algumas declarações como “convention over configuration” foram um tanto controversas, mas ele conseguiu passar o seu ponto.

Sergio Oliveira e Davi Oliveira falaram sobre Puppet, e demonstraram ao vivo o seu uso. O GitHub da TracyWebTech possui uma série de scripts para provisionamento prontos, que valem a pena dar uma olhada. Ainda em provisionamento, Diogo Baeder e Bernardo Heynemann falaram sobre o Provy, uma forma de provisionar servidores “feita para desenvolvedores” (e em Python (: ).

Uma das melhores palestras do evento foi a do Tarek Ziade sobre o Circus. A apresentação pode ser conferida aqui. É bom conhecer uma alternativa mais rica ao Supervisor, com monitoramento em tempo real e um console Web para gerenciamento.

Tarek Ziade, da Mozilla, falando sobre Circus

O Tarek falou também sobre empacotamento em Python. Eu acho a experiência do pip e PyPI excelente, e acho que o empacotamento é um ponto fortíssimo da linguagem. Mas, segundo a sua apresentação, o palestrante conseguiu levantar alguns pontos negativos, e salientou o árduo caminho que o Python trilhou para chegar até o momento atual. Vale a pena conferir!

Bob Hancock marcou presença com a sua palestra sobre paralelismo e concorrência, disparando uma série de frases que “reverberaram” pelo Twitter:

  • PyPy is not the salvation!
  • Be an Engineer and not a Developer.
  • Don’t write another Web Framework.

Outras tantas palestras foram sensacionais, como a do Bruno Rocha sobre Whoosh, ou do Andrews Medina sobre refactoring. Pretendo escrever posts específicos com o conteúdo destas, portanto, não vou tornar este post mais longo e vou parar por aqui.

Até a próxima…